Wednesday, January 28, 2009

Acredito


Eu sou daquelas sonhadoras românticas que acredita no Amor amor.
Acredito que duas pessoas se consigam amar perdidamente sem se "perderem".
Acredito na perseguição dos sonhos e na realização pessoal tanto pelas conquistas diárias como pelos pequenos "glinces" de felicidade que nos fazem sentir Grandes.
Acredito no poder da partilha e na vida em conjunto como o chão que nos dá firmeza ao caminhar.
Acredito que duas pessoas distintas se consigam acompanhar na perseguição daquilo que os preeenche, sem se anularem mutuamente.
Acredito no poder do olhar, do toque, da palavra e de tudo o resto que nos faz sentir apreciados, valorizados, compreendidos.
Acredito que a vidinha normal e rotineira pode ser tudo menos banal, se sentirmos amor pelo que fazemos e pelo que somos a cada momento.
Acredito que o receber nos dá alento, mas que o saber dar é que nos faz brilhar por dentro.
Acredito que nem sempre é fácil acreditar e que o mais fácil é arranjar referências negativas que sustentem a descrença e o desistir de sonhar.
Acredito na força de acreditar como um impulsionador que nos mantém a chama acesa e nos dá sentido ao simples acordar.
Acredito que só quando se acredita faz sentido continuar a fazer por, a tentar chegar.
Acredito no que acredito e tenho orgulho por acreditar.
Enquanto acredito persisto e não desisto do que sei que me faz vibrar.

7 Comments:

Blogger vício said...

acreditas no amor, possivelmente da forma que o vês! mas a forma que o vês pode não ser "amor" para outra pessoa!

12:35 PM  
Anonymous Alfredo said...

está um texto bonito.

acredita

2:27 PM  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Acredito que só quando se acredita faz sentido continuar a fazer...

Eu tb acredito.

um bjo

9:27 PM  
Blogger inBluesY said...

e por isso consegues sobreviver, acredita

10:09 PM  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Pelo teu comentario fiquei a perceber que nos conhecemos muito bem.

um bjo

11:23 PM  
Blogger Alien David Sousa said...

"Acredito que duas pessoas distintas se consigam acompanhar na perseguição daquilo que os preeenche, sem se anularem mutuamente."

Eu também acredito. E acredito que as pessoas complicam e quando complicam deixam de acreditar. E desistem porque é mais fácil. Eu acredito em tudo o que tu acreditas porque é possível, é simplesmente possível. Não acontece apenas a alguns Poca.

Beijinhos

11:08 PM  
Blogger doe said...

...

Queria dançar contigo.
Pouco o fiz
Dança comigo agora
Como se hoje fosse a primeira dança
E p'ra ti corro, quase esqueço que é dançar
Tropeço em mim que tu és séria e longe e eu tão perto
Nunca de mais...
E da primeira dança que não foi sinto falta
Tu e eu erámos só
Dança então como quando só

Danças comigo?

2:29 AM  

Post a Comment

<< Home